Stellars Club

As sete lembranças mais caras do futebol na história

Na história do futebol, houve grandes marcos, gols, jogadas lendárias que transformaram um momento em um legado histórico. Um legado pelo qual hoje há pessoas dispostas a pagar milhões de euros. Este é o caso da chuteira esquerda de Mario Gotze, com a qual ele marcou o gol que deu à Alemanha a Copa do Mundo em 2014 contra a Argentina. O sapato foi vendido em um leilão beneficente por cerca de dois milhões de euros, tornando-o o item de futebol mais caro já comprado.

A bota alemã é um dos muitos objetos que foram vendidos ao longo da história. Neste artigo vamos rever os sete objetos de futebol mais caros da história, uma classificação onde a figura de O’Rei Pelé é a mais representada:

  1. Achuteira esquerda de Mario Gotze: A chuteira que deu à seleção alemã sua quarta Copa do Mundo, aos 113 minutos no Brasil, contra a Argentina de Leo Messi. O sapato está em exposição em um museu na Alemanha depois de Gotze o ter leiloado para caridade. Foi vendido por mais de dois milhões de euros.
  2. Sheffield Rules of Football: Um dos mais antigos textos de futebol existentes na Europa. Ele ainda contém as regras mais importantes do jogo. Uma verdadeira relíquia e peça de coleção que foi vendida por mais de ummilhão de euros.
  3. O primeiro troféu da FA CUP: A competição de futebol mais antiga do mundo deveria ter um lugar nesta lista. A taça inglesa data de 1871 e o troféu que foi leiloado por cerca de 900.000 euros foi o concedido aos vencedores entre 1896 e 1910. Foi comprado pelo Sheikh Mansour bin Zayed, proprietário e proprietário do Manchester City e está em exposição no museu do clube.
  4. Toni Kroos camisa da final da Uefa Champions League 2017. O décimo segundo título do Real Madrid, conquistado pela Juventus naquela vitória por 4-1, também ocupa um dos lugares honoríficos na tabela. Como Gotze, o jogador alemão leiloou a camisa para caridade através de sua fundação e a vendeu por 642.000 euros.
  5. A réplica do troféu Jules Rimet (A taça concedida ao campeão mundial antes do novo design e formato da Copa do Mundo da FIFA): a primeira aparição de Pelé na lista. O jogador brasileiro recebeu uma réplica deste troféu da FIFA após ganhar a Copa do Mundo de 1970 por ser o único jogador na história do futebol a ganhar três Copas do Mundo com sua equipe nacional. “O Rei” leiloou este troféu há alguns anos e a licitação chegou a meio milhão de euros.
  6. A medalha de ouro de Pelé da Copa do Mundo da FIFA 1970. Os brasileiros também colocaram este troféu à venda no mesmo leilão. A medalha de uma Copa do Mundo onde vimos um dos melhores times da história do futebol: o Brasil nos anos 70. O Brasil das cinco dezenas e o auge da era Pelé com a Canarinha. Esta medalha foi vendida por 441.000 euros.
  7. Medalha de ouro de Pelé na Copa do Mundo FIFA 1958: o primeiro título mundial do Brasil. Sua primeira participação na Copa do Mundo. Sua primeira grande aparição perante o mundo do futebol e aquele mítico gol aos 17 anos de idade na final contra a Suécia. Era disso que se tratava a Copa do Mundo de 1958. Uma Copa do Mundo onde ‘O Rei’ Pelé foi o segundo artilheiro em nível juvenil, atrás apenas da inatingível contagem de Just Fontaine. Esta medalha foi vendida por 239.196 euros.

Esta lista não inclui itens tão interessantes como aquela camisa do Manchester United com o lendário número 11 de George Best na partida de seis gols contra Northampton Town na FA CUP e a história da David Beckham, seu pênalti perdido na Euro 2004 e a bola leiloada no Ebay.

Introdução à memorabilia

Todos estes objetos têm uma coisa em comum: eles são peças com história no mundo do futebol. Eles são objetos importantes que com o tempo se tornaram fragmentos de lendas. Eles transcenderam a história, se tornaram um legado e, portanto, aumentaram seu valor de mercado hoje. Eles são memorabilia, maso que é memorabilia? Um conceito adaptado do inglês que chegou recentemente na Espanha e que ainda não tem um significado na RAE.

O Dicionário Cambridge define memorabilia como:“objetos que são coletados porque estão conectados com uma pessoa ou evento que se pensa ser muito interessante“.

O conceito de memorabilia vem do latim memorabilis, um termo que se refere a “coisas memoráveis, notáveis e inesquecíveis”.

Portanto, se unirmos os dois termos em um único conceito, podemos concluir que memorabilia seria: aqueles objetos colecionáveis que estão ligados a uma pessoa, um contexto ou um evento memorável, histórico e inesquecível e que, portanto, têm um valor social, cultural e econômico.

Relacionado

Você quer saber mais?